Instituto de Cultura Espírita Carlos Bernardo Loureiro
Seminário Os Investigadores da Alma e do Espírito - Destaque Obsessão PDF Imprimir E-mail
Seg, 16 de Março de 2015 12:49

Este Seminário vem de um desejo meu, desenvolver o raciocínio dentro do tema que foi a maior pesquisa do notável pesquisador Carlos Bernardo Loureiro entre tantos outros fenômenos, a desobsessão. As dores alheias fez parte de toda a sua trajetória como dirigente, escritor, pesquisador, divulgador da pureza doutrinária do Espiritismo em centenas de veículos de comunicação falada e escrita.

   Desejo que as discussões sejam fecundas neste Seminário a partir da obra que lançamos pós-mortem e que já fizemos por 4 anos a exploração de seu conteúdo. Assim, veremos nesta 1ª parte alguns dos pesquisadores nos dois primeiros séculos que estiveram as voltas com o tema.

   Com imensa expectativa de honrar os 40 anos do trabalho contínuo do querido pesquisador polemista Carlos Bernardo Loureiro que nos legou esta obra extraordinária, e, proporciona este e muitos outros desdobramentos em temas sempre à luz do Espiritismo. Agora, obsessão, depois, iremos abrir outros. Como bem afirma o querido Bernardo:

   “A Doutrina dos Espíritos é a única que nos inquieta, que nos ensina que somos imortais, seres livres, reencarnados. (...) E não precisamos temer a morte, inventada pelas religiões para atormentar o homem.”

Cristiane Amaral

(06/02/2015 às 23:44h)

 
Mensagem PDF Imprimir E-mail
Sex, 13 de Março de 2015 13:08

Leiam abaixo as mensagens enviadas para Cristiane, como vibração pelo DIA DA MULHER 2015:

Cris,

Gostaria de registrar a minha homenagem a você pelo dia da mulher, apesar de para mim a mulher ter que ser respeitada e valorizada todos os dias. Ainda mais você que dignifica de uma forma brilhante 'ser mulher'. É forte, guerreira, brigona, mas nunca deixa de lado a essência da mulher de ser acolhedora, zelosa, sensível, no sentido exato destas palavras, não no sentido medíocre que os espíritos estúpidos os dão. E ainda é um exemplo de que para liderar e defender com força e coragem seus ideias, não precisa de órgãos genitais masculinos e sim, inteligência, perseverança e lealdade! Características de um Espírito que respeita a sua história e o seu próximo!

Um abraço!

Cláudia Schultz 

 

 

 
Mensagem 2015 PDF Imprimir E-mail
Seg, 12 de Janeiro de 2015 09:39

Leiam abraixo as mensagens enviadas pelos médiuns Ivana e Gilson a Cristiane, como vibração para o ano de 2015. 

 

 

Bom dia, Cris,

 

Mais um ano que está terminando e neste momento paro para analisar o que passou, o que aprendi e o quanto tenho que agradecer por tudo isto. Tenho que agradecer aos Espíritos do Instituto de Cultura Espírita Carlos Bernardo Loureiro, a Bernardo, a você, por estarem à frente deste trabalho e por permitir que fazendo parte deste clã, possa cuidar da minha mediunidade. Posso afirmar o quanto este trabalho é importante para mim e como preciso dele. Luto todos os dias para ser digna e me violento muitas vezes para buscar a atitude mais acertada e mais racional. Não é fácil nadar contra a maré, mas é a única coisa que posso fazer se quero sair desta condição que me coloquei, consequência de atos e de desmandos. Às vezes, quando sonho acordada, vislumbro um país mais organizado onde as coisas funcionem de forma correta, com pessoas mais respeitosas e responsáveis. Nestes momentos eu me lembro do que você diz sobre estarmos aprendendo a planejar melhor as próximas reencarnações. Quando penso sobre esta possibilidade eu reafirmo a mim mesma que vou até o início, custe o que custar e doa a quem doer, porque quero sim a oportunidade de construir uma vida mais digna e reencarnar numa cela um pouco mais limpa e organizada do que esta onde nos encontramos hoje. Eu sei que errei e que ainda cometo erros quando não consigo raciocinar e enxergar com clareza o que você nos faz ver, quando nos alerta, quando nos dá esporros. Eu sei que este ano foi repleto de dificuldades, mas todas estas situações vividas foram importantes para o espírito que me anima e foram aprendizados intensos e extraordinários. Que no próximo ano, tenhamos mais oportunidades, mais aprendizado, com muita disciplina e possamos continuar nesta luta para deixar de ser ruim. Agradeço por tudo o que vivi e por tudo o que aprendi com você e os Espíritos. Agradeço por estar no Instituto e por saber que posso trabalhar e continuar aprendendo. Agradeço pela proteção, pelo carinho e por despertar em mim a vontade de aprender cada vez mais. Eu vejo as pessoas a minha volta vampirizadas, completamente subjugadas enquanto eu consigo perceber isto e raciocinar, e tudo isto eu tenho certeza que é por causa do trabalho dos Espíritos. Eles nos protegem o tempo todo!!!! Agradeço a você e a Bernardo, pois tudo isto só é possível porque Bernardo começou este trabalho e você continua. Só tenho a agradecer, todos os dias, todos os instantes. Agradeço pelo seu carinho, pela sua amizade e pelo constante esclarecimento e disciplina que nos proporciona, como uma kardecista pura que é, tocando em todos os ramos do conhecimento. É Cris, como descreveu Fábio, estamos num barco sob o seu comando e espero ser uma boa marinheira, ou um soldado que no front de batalha defende a sua causa até o final.

Que em 2015 tenhamos mais estudo, mais disciplina, disciplina e disciplina.

Que venha 2015!!!

Um grande abraço,

Ivana Ribeiro

 

 

  

Cris, Feliz 2015!!

Quero muito, agradecer a você querida Amiga Cristiane, ao querido Amigo Carlos Bernardo Loureiro e aos queridos Amigos Espíritos Controles do ICECBL, por mais um ano de aprendizado, de estudo, de conhecimento, de esporros sempre necessários, de desafios, de alegrias, de vitórias e da certeza que este é o caminho, que este ideal é a única porta a ser seguida, a porta estreita cheia de obstáculos a serem ultrapassados para chegarmos ao progresso de nosso ser. 

Quero agradecer pelas oportunidades que você e os Espíritos vêm me dando: a de participar desta faculdade com aulas diárias no corpo e fora dele; o uso da arte a serviço do Espiritismo; o ofício de ensinar outros Espíritos, uma tarefa nada fácil, mais muito prazerosa principalmente quando vemos o nosso trabalho fluindo; do incentivo não só ao estudo, o desenvolver do bestunto, mais também da vida profissional no dia-a-dia, na vida prática para vivermos nessa sociedade tão mística, tão capitalista, tão ordinária, a qual eu mereço estar por ajuda-la a criar, mas tenho que brigar constantemente para deixar de ser ruim e não precisar reencarnar nela ou noutras tão ordinárias quanto.

Quero agradecer, mas sei também que não há palavras para agradecer, por tudo, como também por mais este ciclo que se fecha e que durou dois anos, e que você e os Espíritos me proporcionou a oportunidade de morar no ICECBL, ali no convívio diário com os donos da casa. Quanto aprendizado! Lembro-me da noite em que fora do corpo me recepcionaram e que fiz uma algazarra de felicidade quando os vi na sala de palestra, ou do dia que cheguei cansado do trabalho com o corpo meio mole, deitei no chão do quarto para tirar um cochilo e fora do corpo eles me mandaram levantar para estudar, ou quando fora do corpo te vi passar no quarto para ver como eu estava, sem falar nos fenômenos: de voz direta, de efeito físico ao dispararem o alarme durante a madrugada, como o de acender e apagar a luz do quarto... Momentos únicos! Muito, muito Grato por esta oportunidade.

Como também, muito grato pelo novo ciclo que se abre para uma nova moradia e pelo incentivo a nova ocupação, a Lanches Gourmet, a qual venho aprendo e desenvolvendo uma nova arte, a arte da culinária.

Muito grato Cris e muitas vibrações a você, a Bernardo, a Jesus, a Kardec e aos Espíritos do ICECBL por mais um ano de luta pelo ideal Espírita e por manter acesa essa chama que nunca se apagara, a chama do Espírito em defender o Espírito até que todos se reconheçam como Um e sigam na senda do progresso.

Que eu seja sempre digno dessa convivência com este Clã de Amigos tão ilustres, tão dignos, tão estudiosos, tão abnegados, tão brigões, até o início.

Muito grato, muito grato, muito grato por tudo sempre!!!

Um feliz Ano Novo!!!

Até daqui a pouco,

Gilson Gilson

 

 

 
'Dia dos Vivos' PDF Imprimir E-mail
Ter, 18 de Novembro de 2014 13:55

Segue abaixo as vibrações feitas pelos médiuns/trabalhadores do Instituto de Cultura Espírita Carlos Bernardo Loureiro, no dia em que se comemora o "Dia dos Vivos"(02/11/2014):
Um feliz dia dos Vivos!

Muitas vibrações para todos esses amigos com quem nós aprendemos diuturnamente,  e em especial a Carlos Bernardo Loureiro por defender com tanto empenho esta Doutrina a nossa querida Cristiane Amaral pelo seu rigor pela determinação. Hoje nós já temos consciência que a morte nós não acabamos, que somos seres eternos.   Muitas vibrações para todos os desencarnados, viva o dia dos Vivos!   

A morte é algo tão natural que muitos Espíritos não se dão conta que o desligamento do períspirito com o corpo já aconteceu e agem como se ainda estivessem reencarnados. Se não fosse pela desgraça da religião não teriamos uma sociedade bestializada e atormentada pelo medo da morte, o que faz com que o homem queira ser fisicamente imortal, criando loucuras como a clonização e a criogenia. Felizmente temos a oportunidade de conhecer a Doutrina dos Espíritos, que nos esclarece a cerca do que somos, o que é a morte (invenção da porca Religião) e o que está por vir.

Vibro muito por todos os Espíritos Controles do Instituto, os ex-obsessores, meu Espírito controle, meus obsessores e a Carlos Bernardo Loureiro, que realizou e realiza um trabalho notável, que hoje é continuado pela sua aluna exemplar Cristiane Amaral, a qual sou muito grata pela oportunidade de esclarecimento.

Muitas vibrações para os desencarnados!!

Ana Paula Quixabá

 

 

Pois é, devido aos manipuladores religiosos que as pessoas criaram esse medo da morte, criaram um terror enorme em torno de uma passagem tão natural para todos.

Os antigos não tinham medo da morte, na verdade de certa forma ficavam até felizes, pois sabiam que não deixariam de existir e estariam em sua verdadeira forma, de Espírito.

Se os religiosos não tivessem criado esse terror sobre a morte, com certeza a humanidade estaria bem melhor, pois não existiria suicídio, ou bem pouco, assassinatos, roubos, depressões e outros males da sociedade, pois saberiam todos que quando desencarnássemos continuaríamos a existir, não em céu ou inferno, mas sim em nossa dimensão específica, e que todos saberiam que responderiam pela consequência dos seus atos.

Viva a vida depois da vida viva aos vivos!!!!!

André Cerqueira

 

 

Muitas vibrações para os vivos!!!

Estes que nesta data recebem, dos seus entes queridos, vibrações de desespero e amargura! Familiares e amigos que, devido aos condicionamentos religiosos, enchem os cemitérios com flores, velas e 'rezas'. Perdem a oportunidade de, naquele momento simplesmente vibrar! Pensar naquele que fez parte da sua história, que te deu carinho e que cuidou de você, com vibrações de gratidão e boas lembranças! Conversando, estimulando a caminhada em sua dimensão específica. Um bate papo que pode até servir de uma reconciliação! Pensamentos que ajudarão àquele ser, que muitas vezes também está preso aos condicionamentos, acorrentado e repetindo atos de quando encarnado, a sair daquele estado, e ter força para continuar a sua vida, com firmeza, trabalho e em busca de esclarecimento!

Muitas vibrações aos Espíritos que fazem parte do Instituto de Cultura Espírita Carlos Bernardo Loureiro! Espíritos amigos, incansáveis, que a todo tempo estão dispostos a esclarecer àqueles que

estão com suas vidas desalinhadas e desequilibradas, graças a atitudes desregradas que só serviram para atender os instintos mais primitivos!

Muitas vibrações para àqueles que lutam todos os dias para 'deixar de ser ruim'. Aos "ex-obsessores" que chegaram um dia a serem chamados de inimigos, mas que mostram a cada dia exemplos de verdadeiras reabilitações, trabalhando com muito empenho para ajudar o próximo.

Obrigado sempre a este Espírito amigo Carlos Bernardo Loureiro que com seu trabalho, chamado por ele mesmo de "desalinho arrumado", soube esclarecer tantos psiquismos sedentos de esclarecimentos.

Obrigada a Cristiane Amaral, espírito encarnado, que como preposto deste trabalho milenar, e com muita dedicação, disciplina e inteligência,  faz ele ser possível aqui neste planeta.

Obrigada sempre por tudo!

Cláudia Schultz

 

 

Hoje, depois de muitos sentimentos confusos, entendo de uma forma natural a "morte". E isso devo aos esclarecimentos trazidos pela Doutrina dos Espíritos, o Espiritismo.  A visão espírita da morte, revela não só a continuidade do que realmente somos - Espíritos, mas que podemos nos comunicar, que podemos reencarnar, haja vista a nossa imortalidade.

Sempre achei muito sem sentido, a idéia do "morreu, acabou". E principalmente, o comentário de que "todos vamos pra o mesmo local". Assisti enterros do corpo físico de várias pessoas e me perguntava, como ficaria tudo que ela tinha realizado na vida física, que acabara de deixar.  Obviamente, me referia às suas conquistas morais e intelectuais.  Não entendia como podia ser tudo igual para todos, sem diferença alguma entre o que cada um, individualmente, havia realizado.

 

Hoje, percebo que minhas inquietações tinham sentido.  A morte, como ressalta Bernardo, é um processo seletivo e só existe na expressão "morte".  Não somos destruídos, quando nosso corpo se "destrói". Muito pelo contrário, vimos o que realmente construímos quando nos libertamos dele...

 

Por isso, por ser imortal, capaz de ultrapassar a morte,  festejo e vibro por todos que estão verdadeiramente vivos, os desencarnados. Seres que, na sua maioria, católicos ou seguidores de outras religiões, que sempre acreditaram no "morreu, acabou", ou que vão ficar" a direita do pai", se deparam com a continuidade da vida,  com percepções ainda mais aguçadas, sobre a sua verdadeira condição. E isso, para a maioria, é desesperador. 

Por isso, hoje, quando a maioria, lamenta e chora a "morte" de seus entes queridos, precisamos vibrar ainda mais por eles, pois temos a certeza que estão vivos.

Essa percepção que tenho hoje, tão clara, devo a um amigo muito querido, Carlos Bernardo Loureiro. Com ele, aprendi que a vida continua depois da vida, que somos um contínuo. Muitas vibrações, principalmente hoje, para meu AMIGO. "O de todas as horas", "o certo, nas horas incertas", o que faz do seu jeito...

Muitas vibrações para os Espíritos Controles do Instituto de Cultura Espírita Carlos Bernardo Loureiro! Todos eles! Trabalhadores incansáveis.

Muitas vibrações para o meu Espírito Controle que,  com seu amor e paciência, me ajuda tanto!  Obrigada,  meu Amigo!

Mesmo, na condição de encarnada, vibro muito hoje por minha amiga Cristiane Amaral que, com sua força,  carinho e inteligência, com a ajuda dos Espíritos Controles vem, diuturnamente, sem cansaço,  fazendo com que esses, que hoje são considerados mortos,  saiam de condições tão desesperadoras e se percebam,  realmente,  vivos!  Esse, não é um trabalho pra qualquer um.

Muitas e muitas vibrações, para todos os desencarnados, para os que realmente estão vivos!!!

Cláudia Vianna

 

 

Não há nada mais prazeroso do que a luta diuturna pelo esclarecimento, esse é o objetivo que vale a pena perseguir. A oportunidade de estudo que o Instituto de Cultura Espírita Carlos Bernardo Loureiro nos oferece é para ser aproveitada, para que possamos, por exemplo, desfrutar o dia de hoje com a alegria devida, sem qualquer pesar. É um dia de homenagem aos Espíritos que, temporariamente, estão livres da matéria, Espíritos amigos, esclarecidos, aqueles que um dia prejudicamos, obsessores, ex-obsessores.

O meu agradecimento aos Espíritos Controle do ICECBL que têm uma enorme paciência conosco, que nos esclarecem, que nos querem bem, Espíritos incansáveis, abnegados. Um agradecimento especial a Bernardo que, com toda sua condição intelectual, com toda a sua alegria, com um grande bom-humor continua o seu trabalho em defesa da pureza doutrinária do Espiritismo. A Allan Kardec pelo empenho e dedicação à causa Espírita, por ter nos deixado ferramentas tão necessárias a essa luta. Ao meu Espírito Controle pela ajuda, paciência e por estar comigo em tantos momentos, bons e difíceis. Aos Espíritos que prejudiquei, nessa e em outras, a minha luta não é só pra mim, mas para tentar minorar, pelo menos um pouco, os prejuízos que causei. Ao Espírito encarnado que anima a nossa dirigente Cristiane Amaral, por sua luta incansável em defesa da Doutrina Espírita, à sua lealdade a esta causa mais do que nobre.

Espero que, daqui a alguns anos, quando estiver desencarnada, possa junto aos meus amigos aproveitar ainda mais esta data, só que desta vez como homenageada, sem tristezas, sem lamentos, mas com a alegria de poder reconhecer em mim um Espírito, um Ser inteligente, disposto a enfrentar quantas reencarnações forem necessárias para deixar de ser ruim. 

Cleane Reale

 

 

Muitas vibrações para todos os Espíritos desencarnados, que graças às religiões e com o consentimento da sociedade, só recebem cada vez mais impressões de desespero, angústia e ignorância nesta data. Que todos eles possam encontrar orientação e ajuda, para que, através do conhecimento, sigam sua trajetória de forma natural e independente.

Minha Gratidão pelo valoroso legado ao Espírito que animou o Mestre do Espírito, Jesus; Ao que animou o Codificador da Doutrina espírita, Allan Kardec; e ao seu melhor interprete, Carlos Bernardo Loureiro. Vibrações pelos Espíritos controles, pelos ex-obssessores e por todos aqueles, sem nome que trabalham em prol de uma mesma causa.

Gostaria de registrar aqui também meu agradecimento a Cristiane Amaral, encarnada, preposto dos Espíritos como dirigente do Instituto de Cultura Espírita Carlos Bernardo Loureiro, Espírito forte, corajoso, inteligente e disciplinado, que continua conduzindo este belíssimo trabalho com a dor e o sofrimento, com a assistência dos Espíritos.

Karla Cury

 

Infelizmente filho de mãe católica, nascida no dia 02 de novembro, denominado por ela como dia de finados. Sempre reclamava que tinha dado azar na vida, pois havia nascido no dia dos "mortos" e que as pessoas sempre lembrariam dela com tristeza. Imbecilidade de religioso especialistas em diminuir e amedrontar as pessoas.

Ela sempre comemorou o seu aniversário dias depois da data real de sua reencarnação. Nunca entendi tal comportamento, diferentemente sempre gostei da data. Quando criança não gostava de ir para enterros, não porque tinha medo, mas porque gostava de recordar dos entes queridos enquanto vivos. Aos dez anos de idade resolvi ir ao enterro de uma madrinha, logo que cheguei observei as pessoas muito emocionadas, um pouco desesperadas com o ocorrido. Eu permaneci tranquilo, achando algo natural da vida e o melhor , não senti vontade alguma de chorar , mas pude perceber alguns olhares censuradores sobre mim, por parte de muitos "atores" presentes.

Atualmente, espírita, estudando há muito tempo a Doutrina dos Espíritos, exercendo a mediunidade e sempre perto de meus amigos invisíveis. O dia 2 de novembro, que a grande maioria lembra com tristeza, contudo, através do esclarecimento, da convivência com os Espíritos e muita dedicação aos estudos ; esse dia representa uma data muito especial , dia que podemos vibrar relembrando dos amigos invisíveis que gostamos e nos ajudam naturalmente , sem interesses, com muita alegria, como se fosse um reencontro.

Sejamos muito gratos aos Espíritos do Instituto de Cultura Espírita Carlos Bernardo Loureiro, principalmente porque se há muito tempo estou bem psiquicamente, com meus filhos encarando a desencarnação com naturalidade, compreendendo que somos Espíritos reencarnados, Seres Imortais e responsáveis pelo que pensamos e agimos, cujos atos e pensamentos praticados no presente, repercutirão nas encarnações futuras; temos só que comemorar, mas também agradecermos pelas oportunidades recebidas, pelas intuições, pelas proteções, pelos constantes cuidados, pelos esporros, sempre necessários, que chegam por intermédio de nossa amiga e presidente do Instituto, Cristiane Amaral.

Muitas vibrações para todos os Espíritos, amigos e inimigos, mentores, ex-obsessores, Espíritos Esclarecidos , Fortes , Inteligentes, Experientes que fazem parte do Clã do ICECBL, do qual participamos e em especial ao Espírito que animou a persona do dedicado pesquisador espírita Carlos Bernardo Loureiro. Por sinal, um Espírito amigo , leal, "de todas as horas" , que cuida de nossos filhos , que me ensinou a de vez em quando dar um beijinho ou fazer um carinho nos filhos e por fim, que nos ensina a respeitar e ajudar a diminuir as dores alheias daqueles que sofrem por ignorância, proporcionando sempre o esclarecimento Kardecista.

Um grande e sincero abraço amigo a todos os Espíritos

Marcos Lerner

 

 

Bom dia a todos, eis o dia dos VIVOS.

Neste momento, me alinho a todos os médiuns que já mandaram suas sinceras vibrações e aqueles ainda que o farão, para dizer que efetivamente me causa bastante alegria ter sido despertado à consciência de que este dia, simbolicamente tão mal compreendido pela sociedade em geral, é um dia de verdadeiramente celebrar, não como se o dia dos vivos fosse um dia único, mas porque celebrar o dia de hoje como o dia dos vivos é, sobretudo, a exata compreensão de que a morte não existe e de que a imortalidade, como princípio existencial, se sobrepoe a qualquer crendice ou falsa idéia que se possa fazer do fenômeno da vida do ser Espírito. Por isso, encampando o título de um livro de João José Reis, melhor é dizer para o dia de hoje que a “morte é uma festa”.

E assim, eu VIBRO para aqueles que um dia fiz mal, alimentando-lhes o desiderato de uma vingança fundada no ódio, desejando a todos estes, e não são poucos, que, assim como eu, possam despertar progressivamente, pela pedagogia do erros e acertos, para sua real condição de Espíritos, sujeitos às leis gerais do universo e a vontade de Deus. Então, aos Espíritos que sofrem, minha vibração de respeito.

VIBRO, também, para os obsessores que me assediam, amigos de outrora, e que vêem em mim uma fonte de continuidade e reforço de suas e das minhas mazelas morais ainda, infelizmente, depertas para as paixões que tanto embrutecem o despertar da consciência, por isso a necessidade do “orai e vigiai” advertido pelo Mestre Jesus.

VIBRO, igualmente, para os Espíritos Controles do ICECBL que dando continuidade ao Trabalho de Carlos Bernado Loureiro, faz do Instituto, na pessoa do sua Dirigente Cristiane Amaral, um porto seguro no trilhar insofismável no caminho das “dores alheias”. Muito Obrigado a todos vocês!

VIBRO, ainda, pelo meu mentor que aguerrido lutador tem embainhado comigo a espada da luta, me dando força e destreza de caráter para continuar nos caminhos duros da vida, mas que aos mais singelos sussurros seus tornam-se caminhos cheios de vida, em cuja luta tem sido feito pendor de esperanças de que o caminhar é sempre para frente, na fenda da Lei do Progresso. A você meu amigo, tudo aquilo que as palavras são de tamanha pequenez para externar, mas que o nosso silêncio sabe retratar muito bem o quanto a Doutrina dos Espíritos é consoladora. 

 

VIBRO, finalmente, ao Espírito que animou o Mestre Jesus, Allan Kardec e Carlos Bernardo Loureiro pelo rematado coroamento de que o Espiritismo é esta notável Ciência e Filosofia que torna a morte em vida, deixando certo que o dia de hoje é, de fato, como se disse mais acima, um dia de efetivamente de celebrar, celebrar o dia dos vivos e de todos os Espíritos que, enquanto criação de Deus, componhem na esquadrilha da vida o fato mais certo a respeito da morte, a de que, com o devido respeito, “a morte é uma festa” que abre as portas para o início da vida do ser eterno, O ESPÍRITO.  

Feliz dia dos Vivos e muito obrigado bruxa pela ajuda e suporte de sempre, sobretudo pelo despertar de consciência para datas tão importantes na vida de nós Espíritos como essa!

Marcus Vinicius.

 

 

Gostaria de homenagear os Espíritos da Casa, os mentores dos médiuns, os Espíritos-controles, os ex-obsessores e em especial ao amigo e professor Carlos Bernardo Loureiro, pelo Dia dos Vivos.

Muitas e boas vibrações!!

Nathália Couto

 

 

Neste dia dos vivos, vamos vibrar, sem nenhum ranço desta porca religião que deturpou uma data como esta de vibrações sinceras para os nossos entes queridos!!!

Fazendo valer a data, e dando o verdadeiro sentido a ela, aproveito a oportunidade para vibrar pelos Espíritos Controles do ICECBL que seguram na alça do caixão, estão sempre nos intuindo e nos protegendo da melhor forma possível e dentro da lei natural (e que saibamos aproveitar), vibrar também pelo querido professor Carlos Bernardo Loureiro, pelo meu Espírito controle, os meus obsessores que um dia foram meus amigos e eu os traí.

Aproveito também para agradecer a oportunidade de estar no ICECBL e ter o esclarecimento da importância do dia dos vivos e poder vibrar pelos Espíritos!!!!!

Priscilla Ramalho

 

 

Devo admitir que antes de conhecer a Doutrina dos Espíritos (verdadeiramente Kardecista) pelos trabalhos de Carlos Bernardo Loureiro e Cristiane Amaral, esse dia 02 de Novembro não era significativo para mim. Isto fruto do conceito melancólico promovido pela sociedade e sua religião.

Entender esse dia como o dia dos Vivos é muito gratificante. Mais ainda poder vibrar pelo nosso Mestre Jesus, pelo Espírito que animou Allan Kardec, pelo Espírito que animou Carlos Bernardo Loureiro, pelos Espíritos amigos verdadeiros de todas as horas, pelos Espíritos aos quais fizemos o mal em muitas reencarnações, pelos Espíritos que nos ajudam no desenvolvimento do Espiritismo, pelos Espíritos controles do ICECBL, por todos os Espíritos desencarnados que na sua condição específica sabemos estarem VIVOS! Essa coerência hoje devemos à Cristiane Amaral pelo Instituto de Cultura Espírita Carlos Bernardo Loureiro.

Renato

 
Seminario Allan Kardec: O Bom Senso Encarnado PDF Imprimir E-mail
Qua, 29 de Outubro de 2014 22:09


Este seminário confirma mais uma vez os propósitos deste Instituto: Defender a pureza doutrinária do Espiritismo como aprendemos com o querido pesquisador espírita Carlos Bernardo Loureiro. E mais, outra lição imprescindível com as palavras do mestre de Lyon Allan Kardec que o desbravador da manutenção e perpetuação da pesquisa espiritica, Carlos Bernardo, assim alertava: “O Espiritismo sem o científico, não irá subsistir”. Além disso, Bernardo concluía em muitas de suas palestras, que sempre foram bate-papo sobre o Espiritismo, ao longo dos 40 anos de trabalho árduo e prazeroso com as dores alheias: “Sem Kardec, não é Espiritismo”.

Assim relançamos este material bem pesquisado e que fortalece os registros históricos do Espiritismo, da vida e obra do Espírito racional que sempre foi e, é Denizard Hippolyte Léon Rivail, o nosso Allan Kardec. Camille Flammarion acertou, e muito, em chama-lo de “O Bom Senso Encarnado”. Que transformou não só alguns Espíritos de sua época, mas, milhares de outros durante gerações até hoje. Kardec deu uma das maiores demonstrações de amor e respeito à humanidade depois de Jesus. Legou à humanidade o esclarecimento dos princípios existenciais, da mediunidade, da lei natural “que está gravada em nossa consciência, como bem lembrava sempre o querido Bernardo e a crítica racional a tudo que prejudique a liberdade de pensar e evolver como Espírito reencarnado que somos. Afinal de contas uma das piores pragas que o homem criou com a função de destruir o livre arbítrio foi e continua sendo as imundas religiões e suas seitazinhas.

Aproveitem o estudo de mais uma monografia do notável pensador espírita kardecista puro Carlos Bernardo Loureiro, que dá o nome a este Instituto de Cultura Espírita, semelhante a ele que criou o seu em 1993, assim fizemos em 22 de agosto de 2006, quando destruíram tudo que ele sempre lutou para preservar no centro que fundara. Assim, como os outros Seminários foram, este e tantos outros serão com livros e monografias deste mestre baiano. Afinal de contas, “todo mestre é aquele que aprende”, como são as palavras dele, continuamos no aprendizado com Jesus, Kardec, ele e tantos outros Espíritos que coordenam os trabalhos do Instituto de Cultura Espírita Carlos Bernardo Loureiro.

Bons Estudos!

Cristiane Amaral                                             

(Presidente e fundadora do ICECBL)

(10h8min às 11h – 12/09/2014)

 

 

 

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 1 de 12